Introdução adequada de frutas e vegetais favorece hábitos mais saudáveis na pré-escola.

baby fruts

Frutas e legumes são uma excelente fonte de nutrientes importantes para saúde, incluindo potássio, folato, fibras, vitamina A, vitamina C, vitamina K, e muitos fitoquímicos. Uma dieta rica em frutas e vegetais pode reduzir o risco de crônica doenças (como as doenças coronarianas, infarto, diabetes e alguns tipos de câncer) e, além disso, auxilia na manutenção do peso saudável. A idade de introdução de FV e outros alimentos complementares ao leite materno deve ter início a partir dos 6 meses de idade. O consumo inadequado de FV é uma preocupante realidade nos EUA e também em muitos países do mundo, incluindo o Brasil. Nestes sentido órgãos de saúde vem recomendando a importância do aumento no consumo de FV , enfatizando a importância de se ingerir mais a fruta do que o suco de fruta. Para tentar compreender uma pouco mais sobre comportamentos associados ao baixo consumo de FV entre crianças, estudo publicado na respeitada revista Pedatrics,  conduzido com 1624 mães e seus filhos, teve o objetivo de avaliar a associação entre a idade de introdução e frequência de consumo de FV na primeira infância (menores de 1 ano) e a frequência de consumo de FV quando as crianças já tivessem completado 6 anos de idade (pré-escolares). Para isso, as mães foram questionadas sobre o consumo de FV dos filhos no primeiro ano de vida e depois novamente aos 6 anos de idade. O questionário continha informação sobre o consumo de frutas frescas, congeladas ou enlatadas; folhas verdes, feijões, tomates, batatas cozidas, assadas ou purê, e outros vegetais. Ficaram de fora da lista batata frita e suco. De acordo com o relato das mães, 31,9% das crianças aos 6 anos consumiam frutas pelo menos 1 vez por dia e apenas 19% delas, consumiam vegetais 1 vez ao dia. Os autores observaram que as crianças que consumiam frutas menos do que 1 vez por dia durante a infância tinham 2,5 vezes mais chances de ingerir pouca fruta (menos que 1 vez ao dia) aos 6 anos de idade, quando comparadas aquelas crianças que ingeriam frutas mais do que 2 vezes ao dia. O mesmo ocorreu com relação ao consumo de vegetais. As crianças que ingeriam vegetais menos do que 1 vez por dia quando bebês, tinham 2,4 vezes mais chances de ingerir pouco vegetal (menos que 1 vez ao dia) aos 6 anos de idade, quando comparadas aquelas crianças que ingeriam vegetais mais do que 2 vezes ao dia. Não houve associação entre a idade de introdução de FV e pouco consumo de FV aos 6 anos de idade. De acordo com os autores, várias são as explicações para esses achados. Crianças que consumiam FV mais frequentemente durante a infância estabeleceram gosto e familiaridade para esses alimentos que continuou mais tarde, no caso de estudo, quando a criança tinha 6 anos. Estudos prévios já demonstraram que repetidas exposições aos alimentos novos aumenta a aceitação pelas crianças e que os pais que oferecem mais FV aos seus filhos modulam os seus próprios comportamentos alimentares saudáveis, que por sua vez, influencia o consumo das crianças. Os autores destacam a importância dos pais no incentivo ao consumo de FV e também à necessidade de se analisar as barreiras ao consumo de FV durante a infância.

Grimm KA, Kim SA, Yaroch AL et al. (2014). Fruit and vegetable intake during infancy and early childhood. Pediatrics; 134:S63S69.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Nutrição Infantil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s