Alimentos com agrotóxicos prejudicam a fertilidade masculina!

alimentação e fertilidade

Um estudo pioneiro sobre consumo excessivo de agrotóxicos desenvolvido por pesquisadores de Harvard e publicado recentemente na revista Human Reproduction, conseguiu verificar mais um dos inúmeros efeitos negativos relacionados ao seu consumo excessivo.  O objetivo da pesquisa foi “investigar se a exposição a pesticidas, proveniente da dieta, poderia influenciar a qualidade do sêmen”.

Os resultados mostraram que homens que consumiam alimentos com níveis mais elevados de resíduos de pesticidas(com base nas análises oficiais de pesticidas do Departamento de Agricultura dos EUA) tinham baixa contagem de espermatozoides, além de menor percentagem de espermatozóides normais, quando comparados com homens que consumiam alimentos produzidos com baixas quantidades de resíduos.

Segundo o pesquisador, Jorge Chavarro, vários estudos têm encontrado resíduos de pesticidas na urina de pessoas que consomem alimentos com alta quantidade de agrotóxicos, outros descobriram associações entre a exposição ocupacional e ambiental a pesticidas e menor qualidade do sêmen. Mas apenas alguns estudos têm relacionado o consumo de resíduos de pesticidas em alimentos com efeitos à saúde, e, até então, ninguém tinha olhado para os efeitos sobre a qualidade do sêmen.

O estudo avaliou 155 homens, por meio de coleta de amostras de semem e investigação da dieta. Os resultados foram controlados para outros fatores conhecidos que afetam a qualidade do semen, como hábito de fumar e IMC.

Os resultados mostraram que os homens que consumiam maiores quantidades de alimentos com níveis mais elevados de resíduos de pesticidas (>1,5 porções/dia) tinham menor contagem de esperma (49% menor), além de menor porcentagem de espermatozóides normais (32% menor), baixa contagem de espermatozoides totais e menor volume ejaculado, quando comparados com homens que consumiam < 0,5porção/dia.

Por outro lado, homens que consumiam maior quantidade de frutas e vegetais com níveis baixos de resíduos de pesticidas tiveram percentual maior de esperma normal, em comparação com aqueles que consumiam menos frutas e vegetais, com baixa quantidade de residuos.

Segundo o pesquisador, a descoberta reforça a recomendação de que consumir mais frutas e vegetais, porém com baixa quantidade de resíduos de pesticidas, tem efeito benéfico a fertilidade masculina. Isto enfatiza ainda mais a necessidade de implementação de estratégias para evitar altas quantidades de resíduos de pesticidas em alimentos.

Fica a dica! Sempre que possível prefira produtos cultivados organicamente.

“Fruit and vegetable intake and their pesticide residues in relation to semen quality among men from a fertility clinic,” Y.H. Chiu, M.C. Afeiche, A.J. Gaskins, P.L. Williams, J.C. Petrozza, C. Tanrikut, R. Hauser, and J.E. Chavarro, Human Reproduction, March 30, 2015, doi:10.1093/humrep/dev064. Download do artigo em: http://humrep.oxfordjournals.org/content/early/2015/03/27/humrep.dev065.full

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em agrotóxicos em alimentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s